18 thoughts on “Austin 1933, Pablo, Salto, Uruguai

  1. Este eu adotou.
    Impressionante como no Uruguai tem carros antigos,inclusive raros e até alguns modelos extinto no mundo , será que é muito difícil ‘nacionalizar’ um destes aqui no Brasil???

    • Não é não, meu KG foi nacionalizado de lá.
      Gastei 1700 reais no processo, mas somente carros com mais de 30 anos podem. Eles fazem uma vistoria no carro (Eu constei que ia restaurar o carro e isso me livrou de um monte de coisas) depois da vistoria, paga duas taxas, e liberam o documento, no documento tem escrito no campo de observações (Veículo Importado com origem do Mercosul).
      Mas a parte mais complicada é você ter a autorização da receita federal para ir lá fora importar o carro, sem ele é complicado. Tentei uns 4 meses seguidos para tirar, o processo é quase como tirar um visto, porém para trazer o carro.

      • O pessoal aqui de perto da minha região já trouxe vários carros do Uruguay, mas eles trazem na raça mesmo, vão lá, compram o carro e trazem em cima de um caminhão…não sei como fazem com a fiscalização, mas aqui existem vários que foram trazidos assim…parece que depois entram com Usucapião para documentá-los…não sei se é verdade…

  2. Carros interessantes são quase sempre do exterior, aqui só aparece bicheiras, o que aconteceu com nossos carros do passado (60 para traz) ? Foram reciclados ou foram para o sul?

  3. Ola bom dia Sou Eric de Limeira (Interior) SP, e gostaria de algum contato ou link de motos antigas (Jawa / Vespas / NSU entre outras) e ate mesmo caminhonetes, sei que tem algumas vendas de garagem la no uruguay e tambem alguns ferro velhos que possuem carros e motos.
    Caso alguem de RS, ou viajantes puder passar umas dicas sou grato.
    Abraço a todos do forum… , Eric Luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *