13 thoughts on “Austin 1949

  1. Nunca tinha visto um Austin que não fosse cor preta. Fica bem em bege. Um modelo igual a este carro foi a primeira aquisição automotiva do meu avô por parte de pai. Era preto, hehehehe Depois dele, vieram uma safra de 6 Aero Willys iniciando com um 1962 saia e blusa e finalizando com um 1970 azul médio.

    http://www.sigaoldcar.com.br/imagens/carros/relicar-sandrolunardon/m_austin_a40_1951_311_02%5B1%5D.jpg

    http://www.transportandoemocoes.com.br/wp-content/uploads/2009/07/aerowillys_1968.jpg

  2. Isso que ia dizer, isso não é uma garagem, é a caverna do Ali Babá! rs
    Que carro amarelo é aquele? Um gurgel modificado? Pelo farol e buraco no capô para colocar um pneu tá parecendo… E o preto, encostado no austin na segunda foto?

  3. Muita banda dei nesse bichinho, naquele tempo era azul.
    Nem lembro se tinha carteira de motorista! Hehe…
    Tinha somente uma coisa que não era original, a bolota da alavanca que era de Fiat, se não me engano, e feia pra burro pois destoava do conjunto.
    Trocou ela Ricardo?

  4. Aquele carro é um filho único de mãe solteira, apelidado por nós de “Bateau Muche” . É protótipo de um carro anfíbio construído por meu irmão e seu ex-sogro (falecido). Ele era um visionário e há cerca de quinze anos atrás construiu o carro visando vender em escala industrial para os órgãos do governo para facilitar o transporte e fiscalização em áreas de difícil acesso pelo Brasil. Colocou muito dinheiro no empreendimento e depois de muitos percalços não viveu para ver seu sonho virar realidade. Após muitos anos parado e saqueado num depósito judicial, meu irmão retomou o carro e o fez funcionar de novo. De vez em quando andávamos com ele aqui em Porto Alegre no Guaíba, mas o nosso corajoso piloto de testes ( o Zé Américo) morreu num acidente de moto e não tivemos mais saco e disposição de coloca-lo na água .Está parado na garagem aqui de casa. Vão aí algumas fotos dele em AÇÃO sob o comando do ZÉ.

    http://img42.imageshack.us/g/bateaumuche1.jpg/

  5. Bingo Felipe Olivani , é mesmo um TL Alemão 1968 automático que comprei em 2003 , estou com ele guardado em casa até poder restaurá-lo,está quase todo original, só não tenho os para-choques, mas está muito podre , do tempo que ficou na rua antes de comprá-lo.
    Fotos do dia em que comprei ele e trouxe para minha casa :
    http://img689.imageshack.us/g/tlalemo19682.jpg/

    Reportagem de um TL igual no programa VRUM do SBT
    http://noticias.vrum.com.br/veiculos_nacional/template_interna_noticias,id_noticias=29378&id_sessoes=86/template_interna_noticias.shtml

    Em relação ao “BATEAU MUCHE” só foi feito este, e os moldes em fibra foram extraviados no tempo em que ficou no depósito Judicial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.