18 thoughts on “Mercedes-Benz

      • vai ver que esse ‘aço alemón’ veio importado do brasil …
        hehehe …
        só voltou pra ‘casa ‘ em forma de mercedes …
        mas ‘poverela’ da mercedes nem se o papa ‘ benze’ ela ressurge , mais facil dar a ‘extrema unção’ com óleo-santo-mineral e fazer uma missa de ‘porco’ presente .
        Curioso mesmo foi com o que parece ser um carro americano da década de 50 lá atrás da mercedes e tb com a ‘derriere’ do que parece ser um gordini lá no ‘alto’ …
        conta mais , confrade Rubão o que tem nesse ‘parquinho de diversões’ …
        huiahuiahuia ( como diria a consóror Sibele )

  1. Belo achado , parece ter todos os vidros e um bom conjunto de peças para doação. Já vi dessas rodando muito inteiras e são lindas. Muitas a Diesel.

  2. Opa essa é minha foto!! muito legal a publicação Russel so um detalhe é RUBÃO não rufão ta heheeh, valeu irmão!! viu logo logo vou mandar mais contribuiçoes ao estimado blog! Quanto a localização, essa mercedes esta na rapida sentido santa candida em uma propriedade particular, me mudei para o santa candida a 6 anos e sempre vi essa mercedona ali enocstada e esquecida junto com essa quantum que tambem ja foi semi depenada! Abraço a todos

  3. Mercedes “farol de caixão”. Muito linda (como qualquer mercedes… essa marca tem o dom).
    Já vi uma pior que esta se tornar placa preta (depois da restauração, óbvio). Com $$, tudo é possível (nada de macaquices de lata velha do caldeirão do incrível hulk)

  4. Tem uma bem parecida na oficina ao lado de onde trabalho, provavelmente o dono não tem condiçõe$ de pagar o conserto.
    Tentarei tirar fotos, o difícil é que tando o dono como os mecânicos não são nada ‘amistosos’…

  5. Um Heckflosse! Ou W-111. O modelo mais bonito da linha na minha opinião. O farol em formato de caixão é um detalhe riquíssimo. Bem como aquela curva da porta que avança sobre o para-lama.
    Parece que “começaram a fazer” e desistiram…

  6. Os modelos a diesel são meus mercedes favoritos. Porém, pra fazer esse voltar à vida, gasta um balaio de dinheiro. Não sei o que seria mais caro: trazer esse mercedes aos padrões de originalidade ou manter rodando o Alfa 164 de alguns posts atrás. O Alfa pode ser até mais “fácil” e “barato” achar peças, mas não é tão robusto quando esse alemão aí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *