Dodge Dart 1970

Rafinha, POA (RS)… precisa dizer mais alguma coisa? Ah, sim: engarajado, ele encontrou um(a)…

Rafinha-Ford-Fusion-abandonado-450x303 Dodge Dart 1970  URafinha-Dodge-701-450x337 Dodge Dart 1970  URafinha-Dodge-70-POA-002-450x337 Dodge Dart 1970  uRafinha-Dodge-70-POA-001-450x337 Dodge Dart 1970















57 thoughts on “Dodge Dart 1970

    • então esse deve ser o Darth Vader …
      e do jeito que deve estar dentro …
      recupera-lo deve ser uma ‘ guerra nas entrasnhas ‘ …
      Ps.: mas por fora até que não parece estar tão mal …
      óia que o Rafinha deve ter feito + um bom negócio …
      esse congrade tem é nariz de perdigueiro pra achar ‘ adormecidos ‘ …
      carai …
      taquiospa !

    • acho que o emérito filólogo Fabius Zilva Gomenztein diria que é um ‘ Dart-Vader Letteren-Zupen ‘ e que por estar ainda ‘ verden ‘ falta um pouco pra madurar prum ‘ restaurem-wagen ‘ .

    • Dizem que não está mais assim… li um artigo na última revista Classic Show (tudo bem, tem pouca coisa lá que vale a pena ler…), mas se eu tivesse sabido da existência desse museu há alguns anos atrás, antes dessa Revista ter “mexido na caixa de abelhas”, com certeza teria “pilhado” de lá um carro desses inteirinho, na calada da noite. Pelo menos o coitado teria tido um futuro mais digno… 🙂

      • Eu já conhecia essa história do museu,o fundador-Roberto Lee-foi assasinado por sua amante,Elza Leonetti do Amaral em 1975 por não querer assumir uma filha bastarda,ele teve um relacionamento com ela quando foi negociar a compra de um Cadillac,depois de sua morte vários carros da coleção foram arrematados no exterior por colecionadores,o que é um crime,pois são considerados patrimônio nacional

        • Desculpe, cada um tem seu ponto de vista, mas crime é deixar o patrimônio nacional apodrecer! Mil vezes exportar para quem cuide do que deixar apodrecer aqui.

          • Também acho amigo César.Mas temos que concordar que a culpa mesmo são dos herdeiros que acho que sequer sabiam do valor histórico dos carros

    • sim , depois de anos e anos de abandono e pilhagens de carros raros resolveram fazer alguma coisa.

      tinha o problema de estarem em partilha de bens esse museu, uma briga na justiça lenta e longa.

      tem até um daqueles carros que sairão com motor traseiro lá nos estados unidos, foram feitos só uns 100 se não me engano.

  1. hoje eu assisti um progama sobre carros e falou sobre os carros desse Roberto lee,muitos carros foram vandalizados mais alguns irão ser reformados e expostos novamente em um museu da cidade pois eles se tornaram patrimônio municipal.

  2. Eu queria imaginar o que leva um chifronésio pederasta em largar um carro raro como esse apodrecendo dentro de uma garagem fétida……..só pode ser problema psicológico relacionado a fase anal mal resolvida………tá parecendo aquele Plymouth Belvedere que foi “enterrado” em Tulsa, nos Estados Unidos……….

    • Tomás , não faça mau juizo do ex proprietário …
      ‘ possa ser ‘ que esse ‘ mausoléu-tumba ‘ contenha os restos ‘ ossais ‘ do ex-dono guardados dentro do capô traseiro …
      repare que há na frente um gargalo de garrafão de vinho …
      há tb uma mangueira ( vermelha ) , possivelmente ainda com vinho dentro …
      e um colchonete …
      aparentemente o cidadão dava suas saidas fortuitas com as gurias e ia tomar vinho escondido da mulher dentro do porta-malas do dojão na garagem da firma …
      até que um dia , um pouco mais ‘ manguaço ‘ deixou a tampa cair e ficou lá dentro …
      a mulher , cansada de suas aventuras e de suas carraspanas ,aproveitou a oportunidade e fechou a garagem da firma
      Jogou fora a chave e com o ar mais cândido e choroso que pôde ,deu queixa de desaparecimento do marido .
      Depois de um ano de buscas infrutíferas a polícia o deu seu paradeiro o de como desaparecido e ela embolsou o dinheiro do seguro …
      A garagem ela deixou de herança pra um sobrinho ( menor , de 6 anos ) com a condição que só a abrisse quando atingisse a maioridade …
      hehehe …

  3. Muito bom , Rafael .
    Tive a oportunidade de visitar o museu na década de 70 e realmente foi um fato marcante .Fotografei alguns carros e vou ver se consigo recuperar as imagens da época nos arquivos da família .
    O que doi é ver que dos pouco mais de 100 carros ‘sobraram’ apenas 40 .
    uma pequena amostra do que foi o museu na apresentação do próprio Roberto Lee .

    http://www.youtube.com/watch?v=A5oiY4cQBj0&feature=related

  4. nossa, parece com um que vejo quase todos os dias quando vou pra faculdade…
    é exatamente dessa mesma cor, mas tá sem as sinaleiras traseiras e sem os faróis e a grade, parece um inicio de restauração, pois até pouco tempo tava tudo no lugar. Sei que não está abandonado pois todas as noites ele volta pra garagem =)
    esse que vejo sempre tá em companhia de um maverick 4 portas de mesma cor.
    toda vez que passo por eles quase quebro o pescoço…
    ahuahUHA

    primeiro coments

  5. Gosto muito da cor e do modelo. Se eu tivesse dinheiro , adquiria o exemplar e rodaria muito nele .
    Russel, como faço para enviar fotos ao blog ?
    Abs
    Luís Fernando Couto
    Novo Hamburgo/RS

  6. Bacana os modelos 4 portas. Se for automatico, melhor ainda.
    Belo achado.
    Rafinha, se tu comprares este carro e alguém quiser comprar de ti, vende a uns 100 mil reais, pois é um carro nunca restaurado, Hahahahahahahaha…
    Abraço!

    • Obrigado Tiago pela lembrança mas quem me dera..
      Atualmente sou vendedor de uma marca famosa de vídeo-cassete, vendo maquinas de escrever, e sou representande Avon credenciado… Afinal não dá pra parar, não é mesmo??
      hehehe abraços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *