Chevrolet Opala

uLandau-Vila-Aeroporto-em-Campinas-Opala-450x337 Chevrolet Opala

Foto do amigo Landau, em Campinas-SP.















14 thoughts on “Chevrolet Opala

  1. o comportamento ‘suino’ de possuidor deste opala fica claro por duas coisas :
    O retrovisor de 1,99 que o Leandro tão bem destacou e pela poça de lama em que foi deixado para chafurdar …
    a lateral ‘stoned-washed’ e o piratesco olhar mono-ocular dão uma idéia de quantas borrascas enfrentou esse valente ‘marujo’ .Não arriscaria abrir a porta porque caramujos, lesmas, sapos e cobras poderiam saltar pra fora …

  2. arrisco a dizer que esse ainda está na ativa!

    reparem que tão fazendo a “lanternagem” aos “poucos” hehe

    o bichinho tá todo lixado e com fundo!

    só farta dá um banho de tinta!!!!!!

    na “alficina” do meu amigo ali da esquina né.

    búa!!!!!!!!!

  3. clássico opala um dos 1º modelos da década de 80, chamamos de “quadrados” sem opcionais normalmente 4cc gasolina, depois com os passar dos anos por volta de 82/83 pra frente veio os opcionais, como direção, esse modelo não possuem vidros elétricos, por causa do vidro traseiro. Esse modelo não é mto desejados por alguns opaleiros, clássicos mesmos são os 79 pra baixo e pra quem gosta (como eu amo os + novos) do 89 ate seu ultimo modelo fabricado em 1992, que hoje em dia são caros d+!

  4. Realmente alguns não tem preferência pelo “quadrado” ou “frente de televisão”, mas eu acho esse modelo “80 e tal” bacana, quando era criança meu pai tinha um corcel verde 73 e o pai do meu amigo tinha opala coupe prata 80…passeavamos bastante..bons tempos!

  5. O que vejo de opalas largados por aí… Ta pior que carro popular, em tudo que é lugar tem hehehe… (mas no bom sentido, longe de mim querer comparar um opalão com um popular :D)

  6. Pois é, agora pensem bem: comprar uma carniça dessas por 2 mil não compensa. Gasta-se muito pra deixá-lo em ordem. É muito mais negócio achar um aí por 5 pila necessitando de pequenos reparos, coisas sem muita gravidade. Esse aí já era. Provável destino: doador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *