30 thoughts on “DKW Vemag

  1. caracas !!!
    2012 começou com um tsunami de ferruginosos .
    Essa vemaguet , possivelmente seja uma caiçara que é a versão mais ‘pé de boi’ e sem acabamentos cromados.
    Na versão caiçara a porta traseira é única e abrindo para a esquerda, ao contrario da convencional que se abria em duas tampas no sentido transversal da porta..
    Pela ausência de cromados e pela sinaleira pela abertura da porta dianteira pode se tratar de uma 63 ou 64.
    É rara e aparentemente ainda perfeitamente resgatável embora a peso de mucha plata .

    • se for uma vemaguet caiçara seria muito rara uma vez que sua produção foi de apenas 1.173 unidades contra 44.769 da vemaguet convencional.
      E por ser uma versão mais ‘despojada’ sua tendência à sobrevivência, seria a priori bem menor.
      O confrade José António poderia esclarecer o tipo do modelo da porta traseira (do bagageiro) para identificar a versão.
      Em se tratando de uma caiçara … é peixe raro … risos

      http://carrosdeluxoslz.blogspot.com/2010/04/dkw-vemag-vemaguet.html

      • Amigo Valuck, no momento estou curtindo uns dias de férias e quando retornar ao trabalho eu faço a pesquisa de campo e digo o modelo da porta traseira.
        Um abraço e excelente 2012

        • grato, amigo José Antonio, creio que matará a curiosidade dos confrades.
          o confrade William Lima observou que tem furinhos na lataria o que provavelmente indicaria a existência de frisos anteriormente …
          tem horas que essa ‘investigação’ de identidade parece o CSI … risos

          Um abraço e excelente 2012, too !

      • Tem razão, caro Fernando.
        Podem ter dado um ‘perdido’ nos cromados aí só restará a chance de identificação pela ‘escotilha traseira’ .
        Fábio,bem lembrado, mas não fazendo ‘merchandaising’, zarcão famoso na época era o Internacional .
        Espero que o prof. Russel me perdoe, mas desconheço que houvesse um zarcão ‘Grêmio’ … huiahuiahuia …

        • Para matar a charada, tem que conferir a porta traseira, como bem disse o Valuck.

          Se for uma Caiçara, será um puta achado. Se não for, será apenas mais uma entre tantas. Tem bastante por aí, é um carro fácil de encontrar peças. Quem quer comprar um antigo para restaurar, esse é um bom carro para começar, além do tradicional Fusca ou Ford 1929.

          Que venha mais inúteis.

  2. Não lembro de ter visto outra DKW por aqui. Tenho a impressão de ela estar com a frente bem alinhada . Esses carros dão trabalho pra ferrugem , ferro puro .

  3. Tenho a impressão que pintaram ela com pincel de rolo, pois acho que não existe DKW dessa cor e a pintura está opaca.

    • Landau, parece que pintaram ela com zarcão, aquele preparo que se aplica nas partes metálicas antes da tinta final.

        • é isso aí, caros confrades.
          O engraçado é que a tinta que cobria os chassis da Mercedes e dos bandeirantes era o famigerado ‘ vermelho Goya’ que é aquele vermelho-vinhatoso que se vê nos chassis dos caminhões .
          Ps.: coitado do Goya … risos

    • Bingo William, bem observado.

      Não é uma Caiçara senhores.

      Ainda bem… ou ainda mal?? Ô dúvida cruel!!

  4. Gosto desses modelos e teria um sim…

    Mas ultimamente tenho lido muito sobre o DKW Schnellaster Kastenwagen, muito bacana tbm!

Os comentários estão fechados.