Dodge Charger R/T

Mais um confrade! Seja bem-vindo, amigo!

“Prezado Russel! Meu nome é Mauricio de Andrade Silveira, resido na cidade de São Leopoldo/RS. Estive no seu site Carros Inúteis. E achei muito legal. Gosto muito do Ford Maverick, e tomei a liberdade de copiar algumas imagens do seu site. Em compensação, estou enviando algumas fotos para você anexar ao seu site.

mauricio-silveira-dodge_charger_rt_1972_2 Dodge Charger R/T
Queria que você desse um destaque especial, as fotos do Dodge Charger RT 1973 vermelho. Vou contar a você um pouco da história desse carro.

mauricio-silveira-dodge_charger_rt_1972 Dodge Charger R/T
Este Dodge Charger RT 1973 veio a se acidentar ainda seminovo, praticamente zero kilomêtro, pois tinha ‘apenas’ 300 Km rodados. Não sei lhe dizer com precisão, como foi o acidente dele, me parece que ele bateu na cabeceira de uma ponte. Na ocasião o proprietário do carro decidiu processar a fábrica. Resumo da história. Este carro ficou durante doze anos encostado em uma garagem de uma antiga concessionária Chrysler, aqui da região metropolitana de Porto Alegre, até o termino do processo, dando ganho a concessionária. Após todo esse tempo parado o carro foi vendido como doador de peças. Na época era restaurável, mas, como o carro ficou até 1985 encostado, isso não valia mais a pena.


mauricio-silveira-dodge_charger_rt_1972_3 Dodge Charger R/T  
O Charger RT  72 também era um  veículo que tinha conserto na época, mas com a crise do petróleo, esses carros desvalorizaram muito e o conserto era inviável, pois custaria o preço de um carro intacto.

mauricio-silveira-dodge_charger_rt_1973_2 Dodge Charger R/T  
Desfecho desta história: http://carrosinuteis.wordpress.com/2010/02/20/facanha-do-carros-inuteis-e-confrades/















23 thoughts on “Dodge Charger R/T

  1. Podem me chamar de intransigente. Sou mesmo, um pouco. Mas pra que guardar restos de carros e ainda por cima, colocar lona em cima, pra proteger do que? Estão desmanchando o carro, canibalizando as ganha, e aí o proteger, VTNC!
    Se juntar eles todos, não dá 1/2 carro, hehehehe
    Quem teve sorte na história do Hot Dog vermelho, além da concessionária, foram os que ficaram com suas peças… 300 quilometros rodados? Inacreditável…enfim, causos da vida.

  2. Esses carros estão cobertos por lonas, pois ainda possuem muitas peças de reposição que ainda podem ser utilizadas e também por que não ha um lugar coberto para guardalos. Esses dois automóveis fazem parte de um acervo familiar, que cultua muito os automóveis da marca DODGE.

  3. Em São Leopoldo tinha a concessionária Mocauto, é possível que eu conheça o dono desses dois Dodge…Realmente uma pena terem largado esses Charger assim, se fosse meu teria comprado a frente completa de um Dart/Charger num desmanche na época (em 1985 esses carros eram muito baratos, e peças tinham de monte em desmanches) e remontava ele inteiro…
    Maurício, eu também morei e trabalhei em São leo, atualmente eu moro em Ivoti, do lado de Novo Hamburgo, bem legal tu teres trazido as estórias desses Dodge, o carro prata me pareceu ser um 1972 pelas faixas laterais, e que fim teve esse outro Charger ??
    Forte quebra-costelas, guri !!!

    • Prezado Mário Buzian! O Dodge prata que você se refere é sim um Charger R/T 1972 e o outro é um Charger R/T 1973. Os dois carros ainda estão no mesmo lugar. Essas fotos são recentes, foram tiradas no ano passado. Realmente, hoje olhar esses dois exemplares raríssimos hoje em dia nessa situação da pena mesmo. Mas como eu mensionei no primeiros post dessas fotos, o concerto desses carros na época era inviável, pois o concerto custaria o preço de um carro intacto segundo o dono dos dois dodges.
      Fazer o que né? Ninguém sabe como vai ser o dia de amanhã. Quem imaginária na década de 80 que aqueles carros beberrões tão desvalorizados naquela década, seriam tão valorizados vinte e poucos anos depois. Coisas de Brasil!!!!!!!!!!!!!!!

  4. eu gostaria que quem passou as fotos pro dono do site me informasse se o prata ou o vermelho tem motor e tbm me informasse qunto custa o prata e o vermelho eu amo esses carros

  5. Pingback: CARROS INÚTEIS e confrades: a façanha de um resgate… « CARROS INÚTEIS!

  6. rs… isso que nosso amigo disse sobre a época que esses carros não tinhao tanto valor me lembra de um amigo que trocou um video cassete por um dart,não me lembro o ano,mas era lindão com teto em vinil! fomos até ouro preto nele,a uns 100km de BH! viagem inesquecivel!

  7. é possível saber a localização destes carros e preço? o dono vende? tirando a lataria que se juntar os dois talvez tenhamos um.., tem alguma peça nele ainda? alguma coisa foi preservada? Obrigado. Aguardo retorno!!!

  8. Fui proprietario de um charger 78 baje com faixas e vinil em beje mais escuro,precisava restaurar mas faltou grana,tive que vender do jeito que estava,se tivesse tido grana a historia teria sido outra !!!!

  9. Boa noite, sou apaixonado por dodge charger e vendo estas fotos fico triste só de imaginar que tem gente que não está nem ai com os mesmos . Gostaria de saber de voces se sabem onde posso comprar um deste para restaurar?

  10. Interessante que postado nesse mesmo blog e com mais detalhes em um outro, esses dois foram resgatados. Tem diversas fotos e vídeos. O R/T 72 cinza fênix, estava em estado deplorável. Completamente podre os assoalhos, teto, armação do porta-malas com o vigia traseiro, enfim, foi feito todo na lata e está com placas pretas hoje desde algum tempo. Ficou perfeito. Agora o vermelho, será feito a mesmo coisa, porém ia ser feito após o cinza. Desse não tenho mais nenhuma notícia…

  11. SE ALGUEM SOUBER DO PARADEIRO ENDEREÇO DESTA PESSOA DONO DESTE CARRO ME INFORME POR FAVOR FICAREI BASTANTE GRATO ESTOU A PROCURA DE UM É UM SONHO DESDE CRIANÇA DOS MEUS 14 ANOS HOJE JA TENHO 51 E QUERIA MUITO ANTES DE MORRER REALIZAR ESTE SONHO MEU
    SOU DE BH 31 93525291 GRATO E Q DEUS ABENÇOE VCS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *