33 thoughts on “Fiat Fiorino

  1. Ainda tem jeito. Agora, alguém se candidatar a fazer uma reforma nesse carro, é uma questão complicada de se resolver.

      • Frank, depois que eu vi situação do Maverick do colega Valdir Pires, eu não duvido mais de nada. Agora é aquela história: Maverick é um clássico e já do Fiorino não podemos dizer o mesmo. Bem, mais vai que apareçe alguém que possui uma história em especial com esse carro ai, e resolve reforma-lo.??? Eu não duvido mais de nada. Um grande abraço.

          • Fábio, o próprio Valdir relatou a história completa de como adquiriu esse carro e todo o procedimento de reconstrução do mesmo. A história foi contada no blog do nosso colega Bruno Molina, o CAÇADORES DE FERRUGEM. Dá uma passada por la e aprecie uma bela história, com todas as fotos do passo-a-passo da restauração daquele Maverick. Um grande abraço.

  2. Olhando este carro “in loco” é muito assustador!

    Por estar numa região litorânea duvido que tenha salvação. Talvez sirva pra doar algumas poucas peças, no mais ja éra!

    Fico pensando o que leva um carro ser abandonado desse jeito? Muito dinheiro, pouco dinheiro ou relaxo mesmo…

    • É uma pergunta que também me faço e são poucas as explicações que consigo encontrar: Roubo, furto, morte do proprietário e a família não consegue localizar o carro. Não sei bem o que se passa na cabeça de alguém que abandona um carro, seja ele qual for.

    • Ola Fernando..

      o veiculo esta em frente a um supermercado a aprox. 1,5km do mar.

      Creio que se estivesse a beira mar já estaria pior!

      Pelas informações que obtive esse veiculo era utilizado para fazer serviços de entregas do supermercado. Parece que houve algum problema mecânico e foi abandonado..

  3. É como aquele Landau pick-up que apareceu por aqui. Carros em regiões litorâneas estão em um estado muito pior. Todos sabem que se deve a ação da maresia, é algo perfeitamente natural.

    Não há nada de aproveitável nessa Fiorino. Uma pena, só serve para doar algumas peças, e olhe lá.

    Já vi um Karmann Ghia TC totalmente apodrecido, pior que essa Fiorino. Os ”praianos” não sobrevivem por muito tempo, ao contrário dos ”interioranos”.

  4. cream-cracker-fiorino , dá pra tomar com chá …
    essa já abandonou a vida de bordel porque já está toda comida pela ferrugem …
    quando em vida, deve ter resolvido muito frete com facilidade …
    leva ( ou levava ) 750 kg com facilidade e sem arriar a suspensão em demasia .
    (isso equivale a 15 sacos de cimento )
    agora vai virar ‘pastel de vento’ e mostrar que ‘bons servidores’ a terra não comem …
    transmutam-se em pó ferruginoso ainda em pé … risos
    que descanse em paz e que a ‘transubstanciação’ seja seu legado na hora de ver o ‘peso’ de seus serviços aqui na terra !!!
    homenagem de meu avatar à colega ‘evanescente’
    R.I.P.
    Abraço de feliz ano novo aos caros confrades e feliz 2012 !!!

    • Carros menos atacadados pela maresia são em geral os feitos em fibra de vidro como por exemplo buggy (ou bugre), puma, br800 e por ai vai…
      Ouvi falar muito tempo atrás que para carros no litoral é bom pulverizar óleo de mamona mas não sei até que ponto resolve o problema (Sem falar que nunca ví óleo de mamona à venda!!)

      Abraços e feliz 2012!!!

      • O óleo de mamona é muito grosso , antes de aplicar deve ser diluído com óleo Diesel ( salvando as proporções ) . É um ótimo protetor de assoalhos , paralamas e caixas de ar , nunca passado na parte superior dos carros . O problema realmente é nas praias , a areia cheia de maresia e altamente corrosiva gruda no óleo de mamona e começa seu trabalho por ali . Na minha opinião , o ideal é pulverizar com óleo ( não Diesel ) , mais fino , e lavar o carro com certa frequência , na parte de baixo , eliminando a sujeira e aumentando a durabilidade ( além de o carro ficar mais “macio” durante um certo tempo ) . A maioria das lavagens de carro não faz o serviço por baixo . Voltou da praia , mandem lavar os carros por baixo e tirar a areia da lata. Maresia e areias de praia são foda.
        Grande abraço e ótimo ano de 2012 !

  5. Esse tem que prensar urgente antes que contamine alguma coisa em melhor estado que esteja por perto……o duro é que até para prensar isso é complicado……a garra de sucata não consegue pegar direito esse monte de ferrugem………..

    • Bem, se até pra prensar fica inviável acho melhor deixar onde esta até que volte pra mãe natureza completando assim o ciclo biblico: do pó veio e ao pó retornará!

Os comentários estão fechados.