7 thoughts on “Ford Belina, Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Luciano

  1. Opa… Nesse estado aí, se ela for AP até eu encarava.
    A parte mais chata já está pronta, o resto é simples.
    Essa aí parece que estava sendo reformada mais faltou a verba para terminar a obra.

  2. Parece ser dos modelos mais novos, de 85 à 91, e são dessas que gosto mais….carro robusto, que quebra pouco e de excelente acabamento, muito bem feito e desvalorizado tbm….tá ficando raro de ver uma inteira, a maioria está tudo ferrada por ai!
    Tbm acho que entrou em reforma e acabou a verba, se tiver documentos, e quiser vender, vai estar cheio de marceneiros, pedreiros, serralheiros, eletricistas, pintores, gesseiros, toldeiros, e afins, interessados….ontem vi uma zerada no trânsito, c/ um bagageiro grotesco feito na serralheria da esquina, e a traseira caida de tanto peso que estava no porta malas….ainda tinha as calotas de ferro originais, as milhas e só faltava uma polaina, o restante estava lá, modelo GLX, dourada, álcool, bancos aveludados, e um trouxa enfiando o pé no meio do transito….

    Acho que volta, a funeca tá feita, os frisos todos estão lá, e está alinhada….eu adotaria!

    • Sei não viu? Aqui perto tinha uma Brasilia e um Fusca que estavam do mesmo jeito: começaram a restaurar e pararam. Hoje só tem um resto do chassi do Fusca todo depenado e a Brasilia deixaram em uma fazenda abandonada perto daqui junto com uma Toyota Carina batida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *