17 thoughts on “Ford Del Rey, by Bruno Porto, em Arroio do Sal – RS

  1. Pessoal, devido às chuvas fortes no RS estive sem web no “findi”; hoje, porém, já postei 3 inúteis; peço que, se possível, comentem todos os posts! Grato!

  2. Tá com cara de ser carro de pescador…difícil ver um intacto…a maior parte está detonada…mas o reloginho azul resiste funcionando bravamente na maior parte deles…

  3. Carro que fez a alegria de muitos pedreiros e eletricistas (o eletricista que fez a instalação aqui em casa tinha um super detonado). Triste fim para um carro que foi sonho de consumo na década de 80, raro ver um em bom estado.

  4. Pena já ter sido desmanchado, pois esse perto de muitos que estão rodando por aqui, está até conversado….hj vi um que a tampa traseira não tinha fechadura e nem borracha, ai qdo passava em lombadas dava aquela porrada barrulhenta, sem contar que escapamento, e lanternas traseiras tbm estavam ausentes!
    O da foto tinha chances, mas já era…eu recuperava, mas prefiro os modelos mais novos (85-91)….gosto muito da Belina Del Rey tbm, outro carro que meu pai teve tbm….

    Já tive um Del Rey, que era do meu pai, e c/ certeza teria outro, é um excelente carro, confortavel, manutenção simples, e injustamente desvalorizado, meu pai tentou vender, e faleceu tentando, porém parece que agora, está havendo uma valorização….

    Realmente é a alegria dos pedreiros, pintores, marceneiros, e serralheiros, pena….carro barato, relativamente econômico, manutenção simples, e grande…o reloginho azul é dificil de estragar….tinha no meu Del Rey e tem no Escort Hobby tbm….é um show!

  5. Por aqui ele não é valorizado, ninguém quer, tanto que o dono pedia por ele R$ 1,800 se não me engano, e não apareceu nenhum comprador…se acabou em um desmanche.

    Fiquei sabendo que o motor funcionava redondinho, era só botar uma bateria e pegava de primeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *