33 thoughts on “Ford F100

  1. Muito legal esse modelo, e a cor tmbm. ontem estava vendo uma ano 75 em um site, o cara queria 95 mil K nela, 8mil km originais ex museu da ulbra. essa foto é recente?

  2. para ser perfeita, só precisava ser 8cc (não sei qual é) e ser MINHA… hehehe…
    para variar, faz ANOS que está na mesma bat-garagem…

    • quase comprei uma a alcool azul e branca , muito nova , mas estremeci quando o sujeito disse que fazia 3 a 3,5 km/litro .
      Aí acabei comprando uma F75 4×4 que fazia 7 …
      hehehe , pelo menos o dobro , fora a diversão da lama .

      • Adriaqno , a que eu vi era original de fábrica .
        Anos 70 e 80

        O início da produção da picape F-1000 com motor 3.9 diesel MWM com 86.4 cv foi em 1979, na verdade era uma continuação da Ford F-100, pois utilizava o mesmo chassi e a mesma carroceria, com algumas poucas mudanças. Em 1985 foi fabricado versão F-1000 SSS (Super Série Special) e versão F-1000A com motor 3.6 álcool de 6 cilindros (115 cv). A reestilização frontal com quatro faróis retangulares veio em 1986. Em 1988 o eixo traseiro foi redimensionado e as lanternas traseiras iguais à da Pampa. O motor 3.6 passa a ter a versão a gasolina e opção de câmbio de cinco marchas para o motor a diesel a partir de 1989.

      • é verdade Adriano , essa da foto ainda é uma F100 e provavelmente uma das últimas eu diria uma 78 ou 79 e eram todas a gasolina .A que eu quase comprei era uma F1000 e era a alcool de fábrica e não lembro bem se era uma 90 ou 91 .
        abçs

  3. cronologia das F100/F1000

    Ford F-1000 1979 – Inicio produção com motor 3.9 diesel MWM (86.4 cv)
    1985 – Versão SSS – Super Série Special
    1985 – F-1000A com motor 3.6 álcool de 6 cilindros (115 cv) – Maio
    1986 – Reestilização frontal com quatro faróis retangulares
    1988 – Eixo traseiro redimensionado e lanternas traseiras iguais à da Pampa
    1989 – Motor 3.6 passa a ter a versão a gasolina e opção de câmbio de cinco marchas para o motor a diesel
    1990 – Primeira picape diesel com turbocompressor (119 cv)
    1991 – Tanque de combustível em plástico polietileno, com capacidade para 114 litros – Julho
    1992 – Reestilização e motor turbodiesel um pouco mais potente, com 122,4 cv
    1994 – Tração 4×4 e a cabine estendida (Supercab), com 56 centímetros adicionais e um banco traseiro para três pessoas
    Ford F-1000 1995 – Motor 4.9i de seis-cilindros em linha com injeção eletrônica (148 cv)
    1996 – Retoque na aparência, linhas mais arredondadas e suaves, grade mais ampla, faróis com as luzes de direção embaixo
    1998 – Série especial Lightning com o motor de 4.9 litros a gasolina
    1998 – Fim de produção

      • e foi mesmo Tiago .
        No caso um histórico das pickups Ford/Willys .
        É uma forma de aprender mais um pouco sobre o que se gosta …
        No mais consulto meus velhos alfarrábios ( 4 rodas desde 1960 ) e algumas outras publicações . Acho que isso acrescenta mais informações sobre o inútil .Pena que me desfiz dos exemplares de Mecânica popular que tinha ganho do meu tio.

  4. aqui na minha cidade tem um senhor que tem uma em estado de 0km, 8cc, ele tem desde nova, toda original perfeita. peça de museu, e não vende por nada, é o carro dele andar todo dia.

  5. Os espelhos retrovisores externos não são mais originais……..a julgar pelo tipo de pneus e pela cor, deve ser uma OHC 2.3 4 cilindros ano 1976/1981, porque depois desse ano, elas começaram a vir com pintura de 2 tons……..

  6. Que susto, cliquei no link e a primeira que eu vi foi a vermelha da propaganda.

    Bela camionete, mas sou mais fã das F 1000 ate 90, de preferencia vermelha com os adesivos preto. Sera q é pq eu sou flamenguista????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *