38 thoughts on “Ford Mustang

  1. Poxa, estamos perdendo dinheiro. Assim como está este Mustang poderia trocar de dono por uns 15 mil reais, pois restaurado vale mais de 60 mil!
    Que fezes!

  2. Putz, pode se arrepender um monte se ele não fez o cheque…Ou então é grupo essa estória, hehehehehe !!
    Dou 300% de lucro a ele, se me indicar aonde o carro está, assim como muita gente aqui, afinal de contas, um Hardtop ano 1968, mesmo com docs atrasados, vale mais de 60 quando pronto, e esse não me pareceu tão ruim, já vi muitos piores !!!

  3. Não comprei não, e o preço era esse mesmo. Não me interessei porque estava atrás de uma Rural ou Jeep, e olhando assim ele parece bom… mas por dentro acho que soltaram um diabo da Tasmânia e fecharam os vidros.rsrs..
    Mas o problema maior desse paraíso que é o Uruguai, não é comprar uma raridade por ninharia, e sim passar a fronteira e levar ao destino.
    Se te pegam, foi o caminhão, e processo de descaminho no ra..bo!
    Realmente o mustang tinha placa de Rio Grande e não sei como funcionaria essa repatriação. Importar legalmente é quase inviável.
    Em outra vez que estive lá, não o vi no local.

    • Pra mim esta história não é real, estive no Uruguay para compra de antigos, e não fui só perto da fronteira, estive em Punta e Monte Video, além de um monte de outras cidadizinhas do interior, realmente os preços dos carros são muito bons, mais eles não são tão burros assim a ponto de vender um mustang deste tipo por U$$600,00.
      Vim adando, pode esquecer, mesmo com a documentação em dia, pode apostar que vc vai perder o carro.
      Eles estão cansados de Brasileiros tentarem fazer isto….
      Abraço a todos.

    • Olá , como você que postou esste tópico deve ser a pessoa mais indicada para tirar essa minha dúvida. Você viu esse carro, sabe se ainda existe para a venda, ou sabe, de algum outro nas mesmas condições ?Mesmo com placas do Uruguai. Pois, estava pensando em importar um dos estados Unidos, nessa mesma condição, mas, aqui na “terra brasilis” pedem até uma carta “psicografada” do meu avô para importar o automóvel. Até encontrei o carro, no mesmo valor, e com transporte e taxas ainda compensaria, mas, daí vem o “espirito brasileiro”, para dificultar tudo.
      Se alguém souber de um carro nessas mesmas condições (MUSTANG Pick up Chevrolet 1957 (marta rocha)
      Desde já muito obrigado a todos
      Flávio

      • Cuidado Tiago … garrafa e garrafão tem gargalo …
        e sua grana pode ir pro ralo … rs
        lembrei dum fato verídico ( segundo consta em um curioso livro de direito ) referente ao ‘gargalo ‘ .
        Um escrivão da policia ao relatar um homicídio , descreveu a cena do homicídio como resultante de uma ‘gargalhada ‘ … posto que o cadáver fora atingido na jugular por um gargalho (sic , gargalo ) abandonado pelo homicida ao lado da vítima .
        Morreram dois … a vítima e o português … rs

  4. Marcelo,

    Claro que trazer carro do Uruguai é complicado, mas se esse Mustang tinha as placas de Rio Grande, aí era bem mais fácil, sigifica que ele era documentado aqui…O lance era procurar o ex-dono do carro, pegar uma procuração dele, e ir buscar o Stang do outro lado, aí não teria nenhum problema, inclusive na questão da “repatriação”, se o carro tinha placas amarelas seria necessário fazer o RENAVAM do mesmo, se fosse de placas cinzas, nem isso, mesmo sem os docs poderia fazer uma pesquisa para achar seu antigo dono.
    Agora se o carro estiver documentado no Uruguai, deve-se colocar toda a documentação em dia, e proceder a importação certa, recolhendo toso os impostos, e mandando o carro pro lado de cá da fronteira, com todos os papéis certos. Se comprar o carro de seu dono legítimo, o mesmo que está nos documentos, e se o mesmo estiver ok para viajar, seu dono poderá traze-lo até a fronteira, economizando assim o transporte.
    Se tiver alguma dúvida, por favor pergunte, de repente eu posso ajudar o amigo a conseguir achar o seu antigo, certo ?
    Grande abraço !!!

    • E eu ofereço guarida aqui em Alegrete-RS, a 120 km da fronteira. O dono pode guiá-lo até aqui… e, cá, vemos uma maneira de guardar o possante até que se proceda os trâmites subsequentes!

  5. Se é emplacado aqui o carro é daqui, ainda mais se tiver as placas, e se tiver um documento de rodar da época melhor ainda. E para reforçar pede em um despachante para ele ir no Detran tirar o historico/prontuario do veiculo, ali conta quando o carro têm roubo ou pendenga judicial.

  6. Mustang por R$600,00 e não comprou???…..Com placa Brasileira ainda??Só passar a fronteira sem medo…..Mesmo com interior ruim era pelos menos uns 15 mil…..Esse aí,se a história for verdadeira..deixou de ganhar muito $$$…….

  7. Olá, vi a galera aí falando do Uruguai e tal, tenho um Mustang igual a esse ai da foto, em fase de restauração. porém não tenho o parabrisa.
    Muita gente me diisse pra eu procurar no Uruguai. alguém aí sabe me dizer se tem mesmo possibilidade d’eu achar peças pro meu Mustang lá na fronteira?

  8. Queria saber se tem algum dos classicos aqui publicados nesse blog que ainda esta a venda, se possivel mande-me fotos para que eu possa ir atraz dos mesmos, agradeço

  9. Russel, sou de Porto Alegre e durante muitos anos fui ao Uruguai por Jaguarao. Vi coisas incríveis, certa feita vi uruguaios comemorando algo, não lembro oque, em um Studbacker nariz de bala conversível, já meio detonado, como de custume. As vezes penso em dar um pulinha lá e buscar uma caquera, mas tenho receio da burocracia daqui e de lá. Vamos manter contato ! Prazer !
    guilherme

    • Com certeza, amigo, outro dia mesmo passou na tevê, aqui, um caminhão na rodovia BR290 (estou a 130km de Artigas) sendo barrado com dois carros de coleção sem ”a devida papelada”…. é considerado contrabando! Pense 10x antes! Acho que não vale a pena… Abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *