51 ideias sobre “Ford Mustang

  1. Em primeiro lugar eu quero agradecer muito a nova colaboradora Ana Paula.

    Estou muito emocionado, apesar de estar acostumado já com cenas como estás vista aqui nesse Blog, essa cena realmente me emociona, pela questão que eu tenho quase certeza ser um GT500 1967, a famosa Eleanor. Se dinheiro eu tive-se de alguma forma comprava a maquina, reformava nos states e importava para cá, lindão, todas as peças originais, por mais que falem que compesa comprar um carro zero muito melhor pela grana que seria necessario gastar, não adianta ter um BMW se esse é o carro que você deseja.

  2. Para os americanos este carro não passa de lixo.
    Aqui no Brasólia este Mustang seria oferecido no Mercado Livre, desse jeito, a uns 35 mil reais, no mínimo.
    Agora a coisa muda de figura se ele estiver restaurado. Nos USA chega a valer 70 mil dólares após passar por “restauração histérica”.
    Vejam este anuncio. Não é o mais caro, mas era o mais bem apresentado:
    http://sanjose.olx.com/1970-ford-mustang-mach-1-cobra-jet-iid-33295372

  3. linda foto !!!
    mistura de ‘ Jaws ‘ e ‘ o predador ‘ …
    o enquadramento sugere um tubarão …
    surreal e muito feliz a composição …
    o brilho no vinco do paralama …
    a luz ‘ mistica ‘ ao fundo parecendo ‘photo-fllod ‘ …
    e a ‘enigmática-panela ‘ que mais parece um ovni …
    para isso a falta do capô foi providencial …
    congratulations !!!

  4. Putz, um Sportsroof 1969, esse design foi feito pela equipe de Larry Shinoda, o mesmo cara que criou os Corvette Sting-Ray, precisa falar mais ??
    Um sacrilégio deixar uma coisa linda dessas nesse estado…
    Pra mim um dos mais lindos e emblemáticos Mustang já feitos, esse merece a alcunha de “muscle car”, especialmente quando levava um motor Boss 429 dentro desse enorme cofre do motor !!!

    • nem é questão de dar valor para os antigos… é que lá é uma realidade totalmente diferente, um universo paralelo… se você quer um antigo, você FAZ UM… vai no “supermercado de peças” (com carrinho mesmo, loja bonita tipo supermercado mesmo…) e vai pegando as peças que você quer… tem tudo pronto, lataria, suspensão, motor, CHASSI… lá não é essa burocracia do cacete para documentar as coisas. Ou seja, você constrói um carro antigo, 0km… o que vemos nos programas estilo overhaulin ou rides não é coisa tão absurda, lá é “normal” fazer isso.

      Sei lá, acho que é coisa de brasileiro, mas eu sou muito mais restaurar um antigo de verdade do que fazer um 0km antigo… envolve a história, emoção, sei lá

      MUSTANG É FODA. ponto final.

  5. com certeza uma das mais lindas fotos aqui do blog, parabéns a Ana, deu um ar de abandono completo no meio do mato, com a claridade do sol atrás, muito bonito, quanto ao carro é um boss 1969, eu tenho quase certeza.

  6. Essa foto se o Daniel do disco voador ver, ele irá ficar louco! Isso que eu chamo de clássico. Esse sim é mustang. Quem será o sonafabich que fez isso? Enfim…

    • É mais facil reformar lá e importar reformada, lá tem gente especializada e peças, comparado com aqui, bem mais facil de encontrar, fora que já pensou quantas peças teria que ser importada para montar aqui? E quanto iria de imposto?
      Agora importar ela inteira é só ter a documentação regularizada, parar imposto sobre um preço arbritado, que a receita vai julgar ser justo pagar, não é muito dificil, mais tem um custo, para quem gosta compensa.

  7. Pra importar um carro dos “States” vc paga 180% sobre o valor de com pra mais o valor de refazer os paeis aqui que deve ser papo de uns 13 mil reais…Se voce comprar um carro desses muito barato talvez seja vantagem…Alguem entende desse processo?…Como eh a entrada de um carro por reformar no Brasil?…Gostaria de saber mais sobre isso…Alguem?

  8. Icrível encontrar um carro como esse neste estado. Por sorte, ainda tem o motor em cima. Pelo tamanho do motor, se trata de um 351 (5.8L) Windsor- tall deck V8 ou um 351 (5.8L) Cleveland V8. Os dois motores do Mach 1 1969 ou 1970. O que também confirma a presença de entradas únicas de ar nas laterais. Se se tratando de um carro reformado nos EUA, estaríamos falando de um valor entre 60 a 80 mil dólares. E no Brasil, não se teria valor exato, talvez podendo supor uma faixa de 120 a 200 mil reais. Seria uma diferença muito grande, tornando-se assim uma venda completamente vulnerável ao melhor comprador. Se houvesse fotos da traseira ou do capô, estas suposições se tornariam verídicas. Contudo, é um carro excepcional. Com certeza uma raridade, tanto aqui no Brasil como nos Estados Unidos.

  9. Eu tive um idêntico em 1997, IMPECÁVEL. Trata-se de um Mustang Mach One 1969. Os Boss 302 não vinham com entradas laterais (que eram apenas decorativas). E como eu suponho que não se trate de um 429, que tinha as entradas, e visto que custam fortunas e este está abandonado, digo que é um Mach One mesmo. Paguei R$ 6.000 no meu na época! Ele estava abandonado num canto de uma agência de carros em Brasília. O cara que me vendeu ainda suspirou quando eu comprei, dizendo que ninguém nem olhava pro carro! Em verdade, naquela época ainda havia uma enorme oferta de antigos. Tive Camaro 1968 RS, Pontiac Firebird Fórmula 1975, Camaro Z-28 1970 e esse Mustang. Nenhum deles eu vendi acima de R$ 10.000! É poca em que se pagava R$ 3.000 num Charger IMPECÁVEL, e se encontrava vários Darts a R$ 600,00 a té R$ 2.000, muito bons. Que arrependimento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *