22 thoughts on “Ford Pampa, Rogério, Rio Grande-RS

  1. Uma rara Pampa Corcel II (e não Pampa Del Rey), com a grade original, só falta ser 4×4! E é engraçado como toda picape sempre “quebra” no mesmo lugar.

  2. Boa tarde amigos, segundo o senhor que “cuida” essa pampa, a mecânica está boa e ela tem documentos, diz ele que o dono pretende trocar a lata e botar pra rodar. Já esta ali abandonada a uns 4 ou 5 anos. Sonhar não custa nada…

    • Pois é confrade Rogério , é engraçado como muitas pessoas ficam apegadas e vão deixando os carros por anos a fio e nada acontece . Essa é uma boa doadora ( se o motor estiver bom de fato ) . Esses tempos atrás conversei com o dono de um Del Rey que segundo ele o “cara” contratado para fazer a reforma fez trabalho porco . Lhe garanto que o carro em questão dá pra rodar ainda mas , esse proprietário está com ele a mais de ano parado na frente de casa e o carro apodrecendo . Se desgostou e não vende nem nada. Att

  3. Nossa !

    Estranho, só vi uma vez uma Fiat LX quebrar assim no meio, mesmo assim o asno do dono colocou muito peso e a estrutura era soldada (E muito mal por sinal)…
    Podre por podre, adotaria uma saveiro 86 que apareceu aqui perto de casa a venda por 1.900 reais.

  4. Essa ai deve estar inteira podre! Não é difícil arrumar outra lataria e passar o numero do chassi, porém será mesmo que o dono que não soube cuidar dela quando era boa vai querer desembolsar dinheiro nisso? Acho que não… Pro pessoal aqui que já restaurou e tem noção de eletronica/mecânica fica fácil, agora pra quem não entende nada arcar com custos de tudo fica inviável.

  5. Raridade Pampa do primeiro modelo, dificil mesmo de ver, e essa da foto já era, eu teria uma, é a picape pequena mais valente que já vi, aguenta o tranco que essas modernas não aguentam….meu tio tinha um pequena construtora, e na frota tinham 4 pampas, um 864×4 1.6, uma 89 1.6, um 92 1.8 e uma 95 1.8….tirando a última que era a que ele andava, as outras era judiadas todos os dias, levavam peso acima da capacidade, e andavam diariamente do transito pesado de SP…..todas foram vendidas em bom estado, e c/ preço de mercado….cheguei a pegar algumas vezes a 92 1.8 emprestada, e coloquei na estrada, e andava suave….

    Depois ele comprou outras picapes na frota (Fiorino picape, Strada, Montana, e agora Saveiros G5 e até um Ranger 4bocas 97 c/ gnv que dourou pouco), mas nenhuma aguentou o que essas Pampas aguentaram….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *