35 thoughts on “VW Karmann Ghia e VW Variant – um resgate!

  1. Que dahora 😀
    A Variant telvez nem seja viável recuperá-la (mas tecnicamente é possível), já esse Karmann TC tá bem mais fácil. A “bronca” vai ser encontrar as lanternas originais para esse TC.

    Boa sorte a quem os adotou 🙂

    Abraços
    Ass
    Kiko Molinari

  2. Que cacarecos hein!
    O Karmann TC tá fácil recuperar, mas a Variant além de acidentada tá toda torta, inclusive o chassi. Lixo pra ela!
    Perto da minha casa tem um TC bege. A vários posts falei mal de seu dono, que o deixava na rua e não o conservava, até ferrugem já estava se instalando no modelo. Então parece que ele leu ou falaram para ele e o carro apareceu em uma oficina, hehe. Fez funilaria das portas e caixas de ar e um polimento completo. Agora sim, tá bonito novamente, nota 9 para o estado geral, faltou pintarem as rodas para levar 10!

  3. Caramba este TC esta show e dá para restaurar. A Variant também pois o restante da carroceria parece estar em excelente estado de conservação. Raridades estas.

  4. isso sim é que é começar um feliz dia dos pais !!!
    resgate de 2 !!!
    hehehe …
    olhando a ‘ carinha do TC dá até pra vislumbrar um sorriso meio ‘tímido ‘ … hehehe …

    • O TC é o antigo + valorizado em Curitiba-Pr. Um exemplar original, vale por baixo R$ 30 Mil. Mas quem tem não vende. Realmente é um Posche 911 Brasileiro. Feliz é quem tem o privilégio de possuir uma reliquia dessas.
      Não é pelo valor mas pela historia do TC no Brasil.

  5. Deus seja louvado!! Alguem com bom censo salvou mais uma de virar latinha de sardinha. Parabens ao novo comprador.
    FELIZ DIA DOS PAIS A TODOS OS PAPAIS!!!!!!!!!!!!

      • um bom censo é aquele feito cuidado …
        quando o ‘ perguntador ‘ faz juz a que veio solicita as respostas anotando fidedignamente o que foi informado …
        hehehe …
        aí repassa os dados ao ‘ governo ‘ …
        Num sentido mais , digamos , literário …
        hehehe (2) …
        é possível fazê-lo ‘dentro’ de nós mesmos , inquirindo às vozes mais ocultas da alma e do multifacetado ego as questões que nos afligem …
        daí ‘ tabula-se’ o resultado e faz-se a escolha …
        não poderia ser uma escolha baseada no ‘ bom censo’ , prof. Catarino ?
        huiahuiahuia …
        Ps.: o bom da lógica é que ela se iguala à ‘estatística’ no quesito ‘ manipulation’ …
        abraço sem senso nenhum …
        hehehe (3)

  6. O KG está bem, uns reparos e está pronto para exposição.
    A Variant precisa de uma ducha, um banho de tinta e colocar umas sirenes em cima, e pronto já se pode abrir filial do lava rapido
    /estacionamento daquele do Alfa.

    • Mesmo com os citados defeitos de infiltração de agua, nunca apagaram a chama do Karmann Ghia TC. Ter um TC nos dias atuais é privilégio para poucos. Quem tem esse privilégio, sabe o que tem nas mãos na questão de R$. Esse carro vale “ouro”, porque existem no Brasil original e restaurados não mais de uns 15 veiculos. Por isso, seu preço esta cotado nas alturas. Em São Paulo e Curitiba, nas lojas especializadas em antigos quando aparece um TC nessas condições (originais e/ou restaurados) seu valor vai além de 30 mil reais.
      Ao contrario do Karmann Ghia tradicional. Só tem valor àqueles dos anos 1970 a 1972 que vieiram com quebra vento e parachoques lisos. Do mais “os antigos” tem centenas por aí a fora. Como dizem, todo mundo tem. Mas TC a conversa é outra.
      Vale a pena restaurar um modelo desses.

  7. Mas quem os resgatou tem planos de restaura-los??? essa variant tá bem judiada,além dos documento,se ainda tiverem,vai uma grana para colocar em dia

  8. que show!
    é muito gratificante ver uma cena dessas… ver que tem gente que se importa, gosta e vai atrás para recuperar automóveis.
    parabéns!!!

  9. Pessoal, tenho um KG 1970 comprado em leilão, isto é, sem documento de circulação e agora vou começar a restaura-lo. Pergunta: Alguém tem ou conhece alguem que tenha um documento/ chassis para vender?
    Adriano ([email protected])… Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *