35 thoughts on “Pontiac 1959

    • O Rafinha, em especial, não gosta de dar muitas informações… só me disse que este carro já foi vendido… POR ELE…
      _
      Alguns colaboradores alegam que, ao dizerem onde o carro está, gera-se uma espécie de romaria para ver o inútil…

      • tá certo , prof. Russel …
        se somos todos CONFRADES …
        nada mais JUSTO do que fazer uma ROMARIA até o inútil …
        hehehe …
        resta saber que tipo de SACRAMENTO será observado …
        se deve-se levar um litro de gasolina …
        uma lata de óleo ‘santo’ SAE 20/60 ???
        uma flanelinha …
        hehehe …
        amém …
        bença monsenhor Rafinha ou seria bispo Rafinha comercializador de raros semi-inúteis …
        ou seria mesmo um ‘ritual de exorcismo’ pra trazer o inútil de volta …
        hehehe …
        essa da\ romaria foi muito engraçada ….

  1. Apesar de ser um carro antigo grande e de boa marca eu achei feio de doer. Suas linhas são “saturadas” e sem harmonia nenhuma.
    Que diferença olhar este Pontiac e olhar um Cadillac 1959, este é um colírio e aquele o grão de areia nos olhos, hehehe.

    • e só pra botar um pouco mais de ‘areia’ nesse ‘caminhãozinho’ …
      a frente é interessante …
      mas aquele trilho-canaleta acima da sinaleira redonda parece mais o ‘retorno da pista da cola de boliche ‘ …
      hehehe …
      Ô coisa estranha …
      bem que vc disse …
      nesse período acho que eles ainda tavam tomando cachaça enquanto projetavam os carros …
      hehehe …
      de onde será que o cara ‘tirou’ essa idéia ?

      Ps.: interessante é que a traseira do aero willys 64 tem alguns ‘elementos’ da traseira desse Pontiac que eu nunca tinha reparado :
      1. o ângulo da sinaleira traseira em bico que parece o da ponteira do parachoque ( de maneira invertida)
      2. aquelas linhas verticais no painel traseiro que aparecem tb no aero só que como filetes cromados …
      no mais não tem nada a ver …
      hehehe …

  2. Nossa que lindo!!! Ótimo exemplar da “era” do jato. Daí que se baseavam os traços do desenho do carro. Eu queria, e imagino passando na rua ouvindo Chuck Berry…Simplesmente um clássico.

  3. 58 59 e 60 os modelos mais bonitos e extravagantes ja produzidos das principais marcas !!pontiac, plymouth ,chevrolet, cadillac ,oldsmobile ,ford e mais umas naves!

  4. este ai tá me parecendo um catalina 1959, lindo carro, legitimo fullsize americano ainda está muito inteiro, deve estar esperando restauração.

  5. Acho que não esta esperando restauração,pode ser que quebrou alguma coisa na parte mecânica e o dono esta esperando tal peça chegar no Brasil,vendo que esta muito inteiro por fora e por dentro

  6. Um dos maiores dilemas do homem moderno, é alcançar a paz de espírito sem ser envolvido pelo frenético rítmo dos grandes centros urbanos de um planeta globalizado, onde a pressa e a competição são a tônica nas relações humanas. Os valores impostos pelo modelo consumista de sociedade, associado ao materialismo, são as molas mestras que não percebemos com os “olhos de ver”, uma vez que a tendência é nos enredarmos nas traiçoeiras malhas do consumismo de traço compulsivo próprio do frenético rítmo de vida das grandes cidades. Temos dinheiro, compramos carros que sempre sonhamos mas, não temos tempo nem de funcionar ou limpar o carro na garagem mesmo ou muito menos sair pra dar uma voltinha no bairro com os filhos pequenos ou com os netinhos. É esse ritmo intenso e frenético do mundo moderno que nos faz abandonar-mos belos e magníficos carros em garagens e galpões perdidos por esse Brasil baronil, como temos vistos diariamente pelas lendes dos colaboradores deste blog e do grande idealizador mestre Russel.

    • bravo ragazzo !
      bravissimo Dambrós !!!
      assino embaixo tb … pode ?
      não há o que se acrescentar …
      hehehe …
      acredito que ‘um pouco’ dessa busca pelos antigos seja pelo fato ‘inconsciente’ de se buscar um tempo onde as ‘coisas’ eram mais duradouras e talvez feitas com um maior capricho …
      onde o termo ‘ fake ‘ não era empregados nas ‘coisas’ e muito menos nas ‘relaçoes pesoais’ …
      onde , talvez , houvesse menos ‘mistificações’ , menos ‘ prestidigitadores de emoções ‘ e onde as verdades podiam e deviam ser ditas olho no olho e contratos honrados apenas com o ‘ fio de bigode ‘ …
      esse mundo’fake-virtual’ onde tudo é um enorme ‘cinza’ e mal se pode saber o que é VERDADEIRo e o que é MIRAGEM …
      hehehe …
      ‘admirável mundo novo’ … bem vindo a ‘ 1984 ‘ …
      acho que George Orwell e Aldous Huxley devem estar rindo de como eram ingênuas suas ‘visões’ frente às ‘quase torpes ‘ reinvenções do que deve ser a ‘realidade-virtual’ …
      ‘FAKE VIEW … FAKE NO VIEW ‘ …
      ou mineiramente : Fez que viu , fez que não viu ‘ …

  7. Belíssimo carro!

    Andei ausente por uns dias, mas pelo visto o blog continua em seu ritmo perfeito, com colaborações maravilhosas! Parabéns a todos e ao nosso moderador Russel 😀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.