24 ideias sobre “POST 2.000!!! GM Monza e VW Kombi, São Paulo, SP.

  1. O Monza tá muito podre…….acho que não tem mais jeito não, não compensa……já a Kombi, pela foto, não dá para ver muito bem…….mesmo assim, acho que somente como doadores de peças……..

  2. Monza hatch,dificil de se ver um inteiro,esse só doador mesmo Estas polainas do para choque traseiro são dificeis de acha-las. Ja a kombi ta valorizada ultimamente,dependendo da lata vale a pena recuperar.

  3. Parabéns ao blog Carros Inúteis, ao Russel e aos colaboradores, nobres confrades e apaixonados pelo inutilmobilismo.

    Não sou um colaborador das antigas, tal qual o Valuck, o Lucas Figueiredo, Rafinha e o Marcelo KT, e entre outros que colaboram desde os idos de 2009 até hoje. Mas posso dizer que desde que entrei aqui, eu conheci uma galera super gente boa, com a mesma paixão louca por carros antigos e carros inúteis, e saem a espreita de fotografar o próximo ex-movente que encontra pelas ruas. Acabei aderindo a causa, hehehehe.

    Carros Inúteis
    Eis tu que um dia brilhou outrora agora jaz fenecido.
    Do pretérito afamado ao futuro esquecido.
    Repousa sonilundo sobre o manguezal.
    Permanece imóvel e tão somente aguarda o juízo final.
    Até lá não se move e continuará em mudo sofrimento.
    O óleo permanece a pingar como um vil sangramento.
    Da ferida que não se cicatriza.
    Da ferrugem que lhe devora lentamente.
    O mundo louco constantemente se atualiza.
    E o carro inútil se mantém firmemente.
    Por quanto tempo resistirá é um mistério.
    Sofre largado entre tantos outros num sombrio cemitério.
    Assim como da morte a vida floresce.
    Do ferro enferrujado o pó desce.
    Desintegrando-se com o passar dos anos.
    Ainda mantém a fraca chama incandescente da esperança.
    Temeroso que sua vida fique no passado como uma mera lembrança.
    Ainda está aguardando ser resgatado por um bondoso beltrano.
    Para enfim poder regressar ao passado de glória.
    Sonhos de um inútil enferrujado em sua sofrida aposentadoria.

    • Belas palavras caro Rafael, coincidência ou não é por aí mesmo.

      Acabo de deixar minha filha no colégio e na volta para o metrô mudo o caminho propositalmente para ver se entonro algo interessante para fotografar e acabo por encontrar Caravan, Traffic e mais alguns inúteis na Zona Norte de SP.

      Parece algo que não temos mais como nos livrar, pelo menos pra mim muito BOM.

      E quer queira quer não acabamos passando isso para os nossos amigos e parentes, minha irmã em Dublin está caçando algo por lá, um grande amigo aqui do trabalho está indo p/ o Peru e pretende trazer algo de lá também, enfim faz parte de nós e um poquinho dos que nos cercam.

      Sem contar os amigos feitos por aqui, logo mais faremos um novo encontro com os ‘inultimobilistas’ aqui em SP.

      Abraços a todos e parabéns ao blog.

    • Caríssimos, Rafael, o bardo e Lucas, Indiana Jones da ferrugem !
      Este espaço da confraria da ferrugem é quase um templo sagrado dos adoradores da oxidação predadora.
      Sob a batuta do nosso caro amigo e irmão-mor em oxidação, o prof. Russel,( RUST CELL) que já no nome carregava esta sina de nos conduzir às masmorras da ferrugem e nos círculos dantescos desses que estão nos portais do inferno-óxido e que tentamos resgatar.
      A ode do bardo Rafael, a incansável peregrinação foto-filmográfica do Lucas-Spielberg o fabuloso e alienígena GPS do Rafinha e seus achados mirabolantes,o nobre artista Ézio Barioni, o olhar técnico e objetivo do MarceloKT, os enciclopédicos Sinatra ,César Roentgen e tantos outros que nos ajudam a entender melhor esses tão amados “rodantes enferrujados” …
      O FernandoGB, a Sibele, a loiraopala, o Filipe Steininger, o opalistico Takayama,o “canela-restaurada Junin baiano, o Cuti, ressussitador de Darts , o âncora-press Fábio S.Gomes, o boludo, o homem do ferro velho, o Antonio Carlos, o William, o “mateiro” Remi e seus fihos, o Tiago, o Gerdau, o Danilo, o Matheus, o Cristiano, o André Cortes, o Uilian, o Bruno Zen, o Frank, o alemão, o Danilo, o Luis Fernando, El Diablo rojo, o chevetterme, o Lucas Borges, o Flávio passo fundo , o José Antonio e muitos outros que com certeza fazem parte da “família Óxido de Ferro” …
      Ah … sim o inesquecível e divertido BAREBACAW WELLBOUNDAWN … hehehe …

      • Grande Valuck obrigado por ter lembrado dos meus resgates opalisticos e afins hehe, ando meio sumido nos comentarios mas estou sempre dando uma passada pra espiar as novidades… e por falar em novidades consegui achar o meu tão procurado opala cupê perdido em alguma garagem da vida, achei um 74 vermelho único dono com manual e nota fiscal, agradeço a força dos amigos enferrujados, abraço ao Capitão Russel.

  4. Monza Hatch legal é o S/R, tanto na versão 1.8, 86 e 87, quanto na versão 2.0, 87 à 89 que vinha c/ a rara Lanterna igual a do Classic, e banco recaro, câmbio mais curto, aerofolio, rodas exclusivas, painel c/ iluminação vermelha,….era um show!
    Veja as fotos e confirmem o que estou falando:
    http://www.carrosdecolecionadores.com.br/album/main.php?g2_itemId=70091

    Os dois inuteis da foto, a kombi talvez tenha chance, já o podre monza, acho que já era….doador!

  5. Parabéns ao blog e a todos os colaboradores. Descobri ele alguns meses atrás e desde então visito aqui todos os dias, mesmo sem comentar as fotos dos senhores de lata das gerações passadas. Estou localizando alguns inúteis de SP para enviar também. Quem sabe não começo minha carreira como caçador de inúteis também.

    Quanto à foto, nunca me agradou esses monzas hatch, lembro de um sedã duas portas que meu pai teve. Era azul, porém no sol parecia roxo. Lindo, confortável e robusto.

    Abraço à todos!

  6. Parabens a todos que fazem o carros inuteis! desde que entrei aqui por meados de 2011 não consegui mais ficar um dia sequer sem visita-lo! Um vicio bom e que traz para todos conhecimento e boas risadas! Já a foto ai o Monza acho que não tem mais jto não, só doador mesmo, quanto a Kuboza quem sabe com um bom coração e tmb uma boa conta bancaria ela não volta! XD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *