22 thoughts on “Que há?

  1. Esta é fácil: Trata-se de um Maverick. O cidadão tentou, ou está, o transformando em um Mustang da década de 80. Reparem que a frente está igual. A traseira não ficou muito semelhante por causa das lanternas de Monza (se fosse eu o gambiarriador, teria colocado as lanternas do Suzuki Swift 1992, ficariam 99% semelhantes às do Mustang original). As rodas são do Mustang GT V8 1995. Se o cidadão o terminar com um certo capricho, poderá fazer um sucessinho até nas feirinhas de carros antigos. A cor ajuda bastante. A seguir o link do carro que inspira o seu proprietário a deixa-lo igual. Quem não tem cão, caça com gato.
    http://blog.hemmings.com/wp-content/uploads/2007/05/1986FordMustangGT.jpg
    E, agora, a traseira:
    http://image.musclemustangfastfords.com/f/21713639+w750+st0/mmfp_0803_07_z+1986_mustang_lx_supercharged+rear_view.jpg

  2. o que temos aqui? o que eu consegui identificar foram lanternas traseiras de monza e rodas do mustang 95 +/-… a frente lembra o “design” do monza, mas acho difícil alguém fazer uma modificação dessas (apesar de que não duvido de nada… rs). Seja lá o que for, as rodas valem um troco… mas o restante… jesuis

  3. Essa transformação era feita no RJ nos idos de 1982-83, por umas dessas empresas que trabalham com fibra, para os Maverick. O Kit era oferecido com parachoques, sinaleiras de Monza, e a frente completa (que basculava para frente), tentando dar um Look “Firebird” aos Mavecos sobreviventes, que na época perdiam preço vertiginosamente…

    Tenho o anúncio de época numa revista Motor3, quem sabe é o mesmo carro da foto… Uma coisa horrenda…

    Imaginem quantos carros excelentes foram destruídos por conta dessas invenções, nos anos 80 e 90…

  4. Rodrigão matou a pau, essa coisa foi um Centeuro, transformação feita no RJ nos extintos Mavericks nos anos 80, tentativa de se modernizar o lindíssimo design original da viatura…
    Incrível como existiam ( e ainda existem) gente de mau gosto pras coisas…

    • Caro Mário, é isso ai, inclusive achei a Motor3 e mandei as fotos do anúncio para nosso amigo Russel.

      Em Porto Alegre, numa chapeação próxima ao Porto Seco, lá pelo final dos anos 80, um cretino colocava sinaleiras do Gol GTI 90 e faróis da linha Opala do mesmo ano, mais diversos apêndices aerodinâmicos em Mavecos, tentando deixa-los parecidos acho que com os Mustangs do final daquela década… belos carros foram perdidos, um horror… Grande abraço!

      • Pois é Rodrigão, infelizmente eu mesmo já vi várias coisas de cortar o coração…A última eu presenciei em Novo Hamburgo, onde um sujeito colocou frente de Passat de 4 faroís (acredite…) num Maveco, e opior, ele era V8 !!!!
        E mais, deu jeito de instalar parachoques envolventes, calotas Glicério nas rodas, maçanetas de Corcel II nas portas, lanternas traseiras de Alfa-Romeo, painel nada a ver de Del Rey,e bancos de VW Apollo…Imagine só a salada !!!!
        Só faltou fazer um adesivo da Autolat(r)ina…

  5. Rápidos no gatilho, como sempre, meninos! Parabéns! É bom contar com vocês, lembrando que temos tido cerca de mil acessos diários. Cada um de vocês tem uma gota neste “esporreio virtual” – e viva a liberdade “chulo-vocabular”!

    • Russel, nada como dar pitacos nesse deilicioso canto de nostalgia ferruginosa, e com cheiro de mofo e gasolina…Eu ADORO !!
      Nós é quem temos de agradecer pela sua generosidade das imagens !!
      E queremos sempre mais, muuuito mais !!!!!

      • Valeu, parceiro. Temos, felizmente, um seleto grupo de colaboradores, como você, Mário, e mais: Marcelo KT, os primos Fernandes (Ricardo e Marcelo), Régis, Justino, Gottardo, Flores da Cunha, Danilo Maurício, Rafinha Rodrigues, Renato Nunes, Jéfferson Velho, Vagner, Canibal Jr., Felipe, Valério, Zabot’s (irmãos), entre outros não menos importantes. E mais estão se achegando! Estamos calcados em diversos pontos do país, e isso está nos dando a possibilidade de fazer um mapeamento do abandono automotivo no Brasil; quem se preocuparia com este CARMAGGEDON, exceto nós? Estamos dando uma modesta mas ímpar contribuição para com a nossa História, no tocante à grande paixão nacional pós-futebol!

  6. Parabéns a todos nós! Estas fotos são muito raras. Este site é cultura, pois jamais tinha ouvido falar neste kit Spoiler. Obrigado por este rico oferecimento cultural do setor automotivo.

  7. é infelismente a realidade é nua e crua, que coragem distruir um caqrro destes, nao concigo ver o meu com todas estas porcarias, e muito obrigado russel pelo carinho,como disse o amigo mario buzian, nos é quem devemos agradecer a voce pelas publicaçoes, para mim este blog é como se fosse um jornal virtual onde nos mantemos enformados de todas as maquinas e suas historias esquecidas ou ao mesmo tempo jogadas por algum motivo desconhecido, enfim é quase tudo isso, um forte abraço russel, e todos amigos que acompanham.

    • Numa destas pode ser até um GT, aqui em Novo Hamburgo tinha um similar ( de plástico) estacionado em uma oficina durante muitos anos, não chamava a atenção de ninguém, até que um dia um loco quiz ver os documentos, se tratava de um autentico V8 1974…

  8. LEILÃO AA-BNDES 001/2010
    Data: 27 de maio de 2010 – QUINTA-FEIRA – às 10:00 Hs
    Local: HOTEL AMUARAMA (SALÃO DE EVENTOS). Av. Dep. Oswaldo Studart, 888, Fátima – Fortaleza/CE
    Visitação á partir do dia 24/05, no Deposito do Leiloeiro, situado na Rua Bruno Valente, n.º 1195, Serrinha – Fortaleza/CE.
    CATÁLOGO: 05 CAMINHÕES (CARRO FORTE) BLINDADO MERCEDES BENZ LO812, 912, L-1618, anos 1989, 1990, 1991 e 1993 – 04 MOTOCICLETAS HONDA/CG 125 TODAY / CARGO anos 1994/1995 – 04 CARRETAS AGRÍCOLAS CEMAG/F4CS – 01 ROÇADEIRA CEMAG/RP – 01 GRADE ARADORA SUPERTATU ATCR – 02 POLITRIZES ACABADORA e 01 CORTADEIRA DE PLACAS.
    INF: Escritório do Leiloeiro (85) 3226-4115 – 8745.4115 ou pelo Site http://www.pereiraleiloesce.com.br ou http://www.bndes.gov.br.
    Francisco das Chagas Pereira Junior – Leiloeiro Público Oficial – Mat 018/JUCEC

  9. Eu já admiro o Centauro. A estética dele vejo como excelente pra época, muito inovadora e bem feita. Preferia ter um desses que um Maverick Luxo ou Super Luxo. E lembremos todos que na época as importações eram proibidas e a solução era modificar os carros que tínhamos na mão. Maverick tá lotado deles por aí enfiados nas garagens da vida. Admiro todos os foras-de-série brasileiros e acho ridículo o fato dessa parte da nossa história ser tão repudiada por quem não entende do assunto. O que é um Maverick no meio de milhares que foram vendidos?

  10. O Autor das Modificacoes se chama Leo , morador do Bairro de Jacarepagua no Rio de Janeiro , tinha uma oficina de reparos de fibra de fidro . E +um Apaixonado por Maverick , Naturalmente sem muitos recursos pouca disponibilidade de material devido fechamento de importacao . O carro depois de finalizado , era exuberante envista dos nacionais , com os Puma GTB , Santa Matilde .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *