12 thoughts on “Restauração do GM Opala 1979

  1. Caro Russel:

    Não sei o qual classe de trabalhadores é a pior, chapeador ou pedreiro. Nunca adiante dinheiro porque não terminaram o combinado.

    Um abraço.

  2. Infelizmente chapeadores tiram os antigomobilistas para ricos e burros. Acham que podem tudo e que não vai dar em nada. E na grande maioria das vezes não dá mesmo, pois são gente sem posses e sem futuro.
    Uma boa alternativa pra não ser enganado é tratar tudo e fazer um contrato. Se o jagunço não quiser assinar, é pq tá armando, então tu procuras uma outra oficina. Um bom profissional assina, pois sabe que cumprirá o prazo, ainda que tenha que ser um aumentado um pouco os dias da entrega. Mas o melhor de tudo é que mesmo com os contratempos, temos o grande prazer de rodar com o carro em forma, coisa que estes caras picaretas jamais saberão. Dinheiro que vem de forma errada, se vai rápido e sem proveito. É a lei da vida.

  3. Concordo com o Marcelo em gênero, número e grau !!!
    E acrescento, a maioria desses seres ignóbeis não sabem fazer o serviço, só querem saber de dar massa acrílica sobre os podres, tinta fresca, e pronto, mais uma raridade rodando…
    Um verdadeiro chapeador, daquele que teve professor “das antigas”, esse sim sabe o valor do seu trabalho, e vai se dedicar ao extremo para trazer de volta à vida de um clássico…Tenho um grande amigo de SP que trabalha assim, ele cobra à altura do seu serviço, e tem um álbum de fotos fabuloso, que mostra os carros chegando à sua oficina, todo o processo de restauração, e o resultado final…Mas até ele anda meio descrente desse meio, pois tem muita gente que o considera mercenário, ou pior, manda fazer o serviço, depois fica colocando defeitos ou enrola pra pagar, já vi vários casos assim…
    Ele disse que atualmente prefere fazer carros mais novos porque as seguradoras pagam direitinho e rápido, e tem um bom serviço para tanto, pois sua oficina vive cheia, mas se tivesse que optar, prefere os antigos, mais pelo prazer do desafio…
    Outro dia vi ele refazer um SP-2 todo original, mas que ficou largado no tempo por 5 anos, e apodreceu bastante…Ele refez o carro em lugares que nem são visíveis a olho nu, e tudo em chapa, soldado ou moldado por ele mesmo, “na lima e estanho”, deu um bruta trampo, mas ficou lindo !!
    O dono pagou forte, mas com gosto, levou quase 3 meses de trabalho diário nesse SP-2, mais um que retornou do inferno da ferrugem !!!

    • Mário, estou interessado nos serviços deste teu amigo de São Paulo. Meu pai tem um Opala que tirou zerinho em 79 e quero restaurá-lo e se possível colocar algumas comodidades absolutamente necessárias para meu pai, que hoje já esta saindo da cas dos 60 e entrando na casa dos 70! Comodidades como ar-condicionado, direção hidráulica e sensores de estacionamento. Coisas que praticamente não tiram a originalidade do carrão, mas que pra um senhor de quase 70 anos fazem toda a diferença.
      Você disse que seu amigo cobra pelo bom serviço. Nada mais justo.
      Creio que o correto é fazer um orçamento aproximado antes de iniciar os serviços.

      Me manda notícias.

      Abraço.

  4. verdade Mário , tem coisas que não tem preço …
    serviço honesto , feito com paciência , amor pelo ofício e tecnicamente correto não se mede em $ …

  5. Me interesso por este carro por favor mandar um contato se ainda estiver a venda busco em qualquer estado Brasil
    Outros donos de opalas assim que estiverem vendendo seus automóveis favor entrar em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *