24 thoughts on “Volkswagen SP2

  1. Mais um na fila da restauração certo!.

    Meu pai vendeu um 75 branco impecável para uma professora. Meses depois ela trocou o carro, pois ficou grávida e a barriga trancava no volante. O carro cheirava novo, era de um advogado que vendeu o Sp pra comprar um Opala 6cc.

  2. Parabéns pelo seu Blog Russel,pq eu era fã dos autos orfãos,depois q virou carro cultura,aff viro um lixo akilo,aii passei a frequentar esse seu blog e aki só tem raridades,do jeito q eu gosto…continue assim e PARABÉNS!!

    • Grato. Mande fotos pra cá, aqueles caras brocharam!
      _
      Até no WordPress eles perderam o “reinado” e sumiram dos mais visitados.
      _
      Já eram!

      • Na verdade eles acharam que iriam abafar com o tal carrocultura, mas a idéia deu completamente errado, antes tinham alguns poucos entendidos no meio dos comentários, agora virou uma guerra de quem sabe mais e xingamentos sem relevância nenhuma, acho que misturar vários temas em um blog que já era conhecido por abranger um só acaba ficando complicado para o pessoal se habituar, tenho leve desconfiança que eles fizeram isto porque acabaram ficando sem material para postagem.

        sobre o sp2, acho muito binitinho esses carros, mas eram muitos fracos pelo fato de usarem os motores a ar da vw, este daí falta pouco para voltar a rodar, apenas um dono cuidadoso e com grana para deixa-lo ativo denovo.

        • O pior é que raro (e caro mesmo) ficou o SP1 que o povo na verdade nem sabia direito que existia.
          A diferença? Motor 1600 em vez do 1700. Como era mais fraco, na época, foram vendidos poucos (pois era um carro para ser esportivo topo de linha) e os que foram vendidos eram “descaracterizados” trocando o logo pelo II ou até mesmo o motor!

      • Sibele, outro dia comentei aqui que provavelmente o grande problema da ‘concorrência’ seriam a falta de imagens p/ postarem. Sempre acreditei no nosso blog e tenho certeza d q esse é o melhor!

  3. Não acredito em tal hipótese,mas acho estranho o fato de sumirem o chamado “Implacável” Eurico j.r e os orfãos da ilha do governador;muitas fotos que eles recebem não são publicadas

  4. Opa!,

    Eu acesso os dois mais aqui tive mais abertura e contatos, quando publiquei a idéia aqui de um site para linkar e achar os donos desses carros e tentar oferecer meios para recuperação a nivel de documentação inclusive, fui mais bem recebido.

    Aqui mostrar a placa do carro não tem problema e legalmente não vejo problemas também, lá já tomei que mostrar a placa era ilegal, ou seja, aqui temos a oportunidade de encontrar o dono e dar vida novamente aos abandonados 🙂

    Parabéns pelo blog!

    Abraços

  5. visitei o blog agora a pouco, po se for cultura que cultura fraca e pobre,e quanto ao sp2,aqui em belém só tem mesmo em exposição…

    a russel to com umas fotos de abandonados, dentro das normas ahuehae
    mando pro mesmo email é ?

    abraços.

  6. o carro, um SP, é sempre fascinante e doi em ver um neste estado, mas chamou minha atenção o Fiat 1100/103 (1953-1956) ao lado dele! Deve ser uma peça rarissima aqui no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *