38 thoughts on “Ford Maverick

  1. Não. Não. Não. Não. Não. Não. Não acredito em que meus olhos estão vendo.
    Maledeto. Disgraziato. Figlio di una cagna. Ha un fienile sulla testa. Figlio di una tchancha.
    Desculpe, não aguentei ver essa imagem e ficar em total silêncio.

  2. Olha, caindo nas mãos de um restaurador com muito boa vontade e com uma pitada de loucura (no bom sentido, pois, loucura no mau no mau sentido foi o que gerou esse monstrinho aí) dá pra recuperar. Bastaria conseguir um Maverick batido de frente ou mesmo um inteiro em algum ferro-velho e emendar. Mas emendar um carro é trabalho para poucos. Já vi muito gol e uno quebrando ao meio em estrada, pricipalmente uns e outros trazidos de SP para o RS para revenda. NO meio do caminho, o bagulho arrebenta ao meio. Foda.

  3. Esse maverick fica abandonado por periodos….passa um mês em cada rua, tudo próximo…..ai alguém vai lá. calibra os pneus, dá uma lavada e larga de novo em outra rua….vejo esse carro há + de 10 anos….teve uma época que tava bem podrão e era vinho…..ai encheram de massa e pintaram de vermelho…..

  4. O cara mais asno q fez isso com um Maverick. Vai faze um troço assim c/ opala ou chevete e nao com um carro desta categoria, vergonhoso……

  5. Tinha um identico a esse aqui na minha rua, Diadema mesmo mas longe do Jardim Rosinha. Com certeza é o mesmo, mas o detalhe, ele existe desde mais ou menos 1988, faz uns vinte anos que não vejo ele! Se é o mesmo, ainda não tinha placa cinza quando ele foi transformado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *