GM Omega

Rua das “Perobas”, próximo à Estrada do Rufino, em Diadema-SP. A colaboração, preciosa, é do Danilo Maurício.

 danilo_omega_cd_diadema_11 GM Omega

Certa feita, num site do qual fui expulso, por recalcitrante que sou, desafiei os incautos a encontrarem um Omega… os caras acharam, mas estava bem inteiro, como que a repousar na rua… Este não: é a imagem da inutilidade. Que dó, estou à procura de um 3.0 pra mim… ou dum 4.1… No mais, sou só lamentações…















14 ideias sobre “GM Omega

  1. Pior q pelo q parece esse é um CD, isso q eu chamo de carro “ABANDONADO” no real e total sentido da palavra, totalmente jogado na rua, agora um CD, não é dificil achar não´….. já achou algum Russel ?

    • Sabes de algum CD na terrinha, Canibal??? 3.0??? O que achei (era um Diamond) foi vendido para a dona de um prostíbulo, o Portão de Lata! Neste país, até as cafetinas ganham mais que um professor. Não aguento mais de tanta vergonha… risos… Pior é que é verdade…

      Ultraje a Rigor: “Morar neste país é como ter a mãe na zona!”

      • Russel

        Não é só aqui, que a profissão mais antiga do mundo da mais dinheiro q professor……..3.0 aqui está dificil, sei de um, mas não o recomendo…….4.1 não interessa ?

    • Com certeza é carro de leilão. Não tem como deixar um Omega CD chegar a este ponto de sucata sem um motivo forte, como falta de documentos, por exemplo. Como pode, né?

  2. [comentário saudosista] Olhar para a linha GM da década de ’90 e depois observar no que virou hoje é decepcionante. O Omega, como sugere o nome, era a última palavra em sofisticação em nosso mercado. Aliás, toda a linha GM era sofisticada nos tempos em que nossos produtos eram alinhados com o mercado europeu. Alguns modelos foram lançados antes aqui do que na própria Alemanha (o Chevette, se não me engano, que lá era Kadett), só para pincelar a atenção que nosso mercado recebia (e o respeito, por óbvio). Em dias de hoje, imploramos para que seja possível receber um veículo de concepção igual a européia, mesmo que gerações atrasado. Triste realidade, mas é realidade.
    A linha GM recebeu sua última grande baixa com a saida da antiga geração Vectra: Uma perda que foi “superada” com a adoção do Astra europeu “simplificado” e renomeado para atrair os incautos.
    A decadência é tanta que, se em alguns anos se trocar os logotipos com alguma chinesa forasteira, é capaz de não reconhecermos mais qual é qual. Uma pena.
    [/comentário saudosista]

    • Realmente….
      …… a GM anos 90, aquela fase pos-Opala/Chevette/Monza/C-20/D-20 eram bem atualizados com os do exterior (Europa e EUA) hoje a marca é só sombra do que era naquela época, os unicos q se salvam são os Omegas e Captivas, importados, e torço q venha tambêm o Malibu, para termos a quase toda concorrencia do segmento nos EUA (Fusion, Accord, Camry, Malibu) ou seja produtos realmente atualizados e interessantes, carrinho……desatualizado…..chega.

  3. Belo carro, mesmo depenado! Tive um 93 GLS, completo + “kit tecnológico” do CD, Computador, ABS e Teto elétrico, absurdamente inteiro e lindo, fiquei de 2003 a 2006, rodei uns 80.000 km sem problemas, mas o seguro era muito caro… ainda tenho vontade de buscar outro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *