42 thoughts on “GM Opala, Danilo, Diadema-SP

  1. Por ser um Opala desta safra, o carro tá novinho! Opala zerado só vê de quem gosta muito ou placa preta, o resto só acha detonado. Esse sim já vi piores rodando, e como ein! Não importa se é baianagem ou se essa não é uma cor tão visada para o carro, porém é um veículo que se vende com uma certa facilidade, ainda mais desta safra.

  2. Com muita di$po$ição ainda volta pelas mãos de algum apaixonado pelo modelo. Outro que tem chance de aparecer no ML com status de raridade ou opala que pertenceu ha algum ex-famoso.

  3. Na época era mania colocar mais duas lanternas traseiras para ficar parecido com o Impala…eu particularmente acho horroroso…mas ainda se salva sim, se não tiver muito rolo de documentos/mecânica…

  4. Tá cada vez mais dificil ver opalas nas ruas.quem puder adquirir a sua a hora é essa.daqui a uns 10 ou 15 anos valerão uma fortuna.vai ser igual ao maverick.esse opala ainda tem salvação.

  5. com certeza ainda volta a vida, vai uma gran$$$a mas vale a pena, essas lanternas a mais deixa a traseira do opala parecendo uma cara de aranha kkk sou suspeito pra falar de opalas nem gosto kkk

  6. Esse Opala ainda vale a pena, apesar de estar um bom tempo parado, não tem tanta ferrugem assim…faz tempo que vejo ele por ai, na rua tem outro, mais novo nesse estado tbm e um inteiro 88-89,mais acima, que vou tentar foto tbm, parecem ser do mesmo dono….eu adotava, e o motor é 4 cilindros!

  7. Nos anos 90 um tio meu teve um cupê 78 azul escuro, muito lindo. Reformou e deixou o carro nessa cor e colocou rodas gauchas, as dele era as ”repolho”. Essa cor é da safra de opala e caravan 1978.
    Sou de SBC, mas acho ser dificil ser o mesmo carro. Tbm não me lembro se ele colocou as lanternas a mais no carro…
    Aqui tem um senhor que tem um identico a esse muito inteiro, a uns nove anos que vejo ele rodando com ele…

  8. adoto,a modificaçao na traseira era tao comum que se pensava que era de fabrica.uma boa lavada e polimento dava outra vida no opalao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *